Política Cultural

Não. Eu não concordo com os atuais rumos da política cultural em nosso país.

Estamos como que reféns de um sistema torpe que não privilegia, incentiva ou autoriza a produção cultural no país.

Se isto é caso de escolha entre lados, partidos, esquerda ou direita, não sei.

Olho para o agora e vejo névoa, densa e escura.

O quanto puder combater o negacionismo, obscurantismo e demais atitudes contraculturais, o farei.

E, se em algum momento as coisas mudarem, falarei a respeito disso, com a alegria de quem precisa de aporte, leis e oportunidades para ir além.

Viver de arte, literatura, educação e prosa não é fácil.

Mais difícil, quando uma nação se esquece de que cultura é o que a sustenta perante o tempo.

Contudo, eu não serei refém de nenhuma situação, nunca. Minha mente é livre e minha alma mais ainda. Assim, continuo meu trabalho, isoladamente e sem nenhum aporte público, mas pensando que novos tempos virão e isso o que está sendo feito agora, não será esquecido, antes, será lembrado com dor e tristeza por todos aqueles que persistiram em sobreviver de arte no Brasil do Bolsonaro.

Alexandra Lopes
Logo
Redefinir Senha
Shopping cart